segunda-feira, 20 de Agosto de 2018 | 03:08:06 | Tempo e temperatura: Iúna/ES n Nublado, 12º/26º
Notícia
  • publicidade 023 Notícias
Hartung anuncia mudanças na Justiça e Transparência Delegado Eugênio Coutinho Ricas

Hartung anuncia mudanças na Justiça e Transparência

O delegado Federal Walace Tarcísio Pontes substituirá o também delegado Eugênio Coutinho Ricas, que assumirá a SECONT

22/03/2016 as 17h17 (Atualizado em 19/08/2018 as 17h48). Valdir Vieira | Governo do ES

Na manhã desta terça-feira (22), durante a solenidade de lançamento do projeto Audiências deCustódia, em Cachoeiro de Itapemirim, o governador Paulo Hartung anunciou mudança no comandoda Secretaria de Estado da Justiça (Sejus). O delegado Federal Walace Tarcísio Pontes substituirá otambém delegado Eugênio Coutinho Ricas, que assumirá a Secretaria de Estado de Controle eTransparência (SECONT).

As mudanças no Governo do Estado acontecem por conta da saída do promotor Marcelo Zenkner da Secont após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que considerou inconstitucional a atuaçãode promotor ou procurador em cargos do Poder Executivo.

"Quero aproveitar este importante evento para anunciar o delegado Walace Ponte como nosso novo secretário de Estado da Justiça. Walace é do quadro da Polícia Federal e assumirá a Sejus nospróximos dias", disse o governador Paulo Hartung ao mencionar as autoridades presentes no evento.

Walace Tarcísio Pontes

Walace Tarcísio Pontes é formado em direito pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) é pós-graduado em teoria dogmática da constituição e mestre em história social das relações políticas. Walace Pontes também é pós-graduado pela Escola Superior de Guerra (ESG) em Altos Estudos em Políticas e Estratégia. Walace ingressou na Polícia Federal (PF) em 1985 onde foi agente por 11 anos e delegado há 20 anos. No Espírito Santo, entre as funções ocupadas na PF, Pontes  já foi corregedor regional, delegado regional executivo e superintende interino.

Marcelo Zenkner

Recentemente, por nota à imprensa, o governador Paulo Hartung confirmou que vai acatar a decisão do STF,  lamentou a perda no quadro do Estado e explicou que os três membros do Ministério Público que atuam no Poder Executivo Estaudal estavam respaldados numa resolução do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

"O trabalho que os promotores Marcelo Zenkner e Evaldo Martinelli e também o procurador de Justiça Sócrates de Souza vêm desempenhando no Governo do Estado é exemplar. Os três são profissionais altamente qualificados e são referência na área em que atuam. Zenkner é responsável pelo pioneirismo no país  na implantação da Lei Anticorrupção. Também foi graças ao trabalho dele que o Espírito Santo novamente ficou no topo do ranking do índice de transparência dos Estados. Martinelli é responsável por uma das principais políticas públicas do nosso Governo: o projeto de Ocupação Social, que tem por objetivo levar oportunidades para os jovens nas regiões de maior risco social. Já o procurador Sócrates vem desempenhando um valioso trabalho à frente da Corregedoria do Estado. Os três realizam um trabalho de extrema relevância para o Governo do Espírito Santo. A decisão será cumprida, mas deixo aqui o meu reconhecimento e o meu agradecimento por ter na equipe profissionais de tanta qualidade", disse o Governador.

  • publicidade 021
Desenvolvido em Software Livre por Logomarca da Imppactmidia