domingo, 21 de Janeiro de 2018 | 04:01:43 | Tempo e temperatura: Iúna/ES ppt Possibilidade de Pancadas de Chuva à Tarde, 21º/31º
Notícia
  • publicidade 023 Notícias
Mutirão da Dívida terá parcelamento e perdão até 100% dos juros Elke já participou de um mutirão e pretende ir ao próximo para acertar as contas

Mutirão da Dívida terá parcelamento e perdão até 100% dos juros

Mais de 5 mil senhas serão distribuídas pelo Procon-ES

27/04/2016 as 08h14 (Atualizado em 20/01/2018 as 16h56). Valdir Vieira | Gazeta Online

O desemprego, a inflação em alta e a crise econômica que assola o país têm se traduzido também em mais consumidores inadimplentes. De acordo com dados da CDL Vitória, o número de inadimplentes no Espírito Santo em março chegou a 594.343, um crescimento de 10,5% em relação ao mesmo mês do ano passado.

A saída, para quem está com contas em atraso, é negociar. E quem deseja organizar a vida financeira e limpar o nome terá sua primeira oportunidade a partir de semana que vem. O Procon Estadual, em parceria com a Prefeitura de Vila Velha, vai realizar, de 2 a 6 de maio, no Ginásio Tartarugão, em Coqueiral de Itaparica, um mutirão de negociação de dívidas. Os atendimentos serão realizados das 9 às 17h.

Vão participar do evento dez empresas, entre elas EDP Escelsa, Cesan, bancos e financeiras. Os descontos em juros e multas podem chegar a 100% e o parcelamento a até 48 vezes, de acordo com o tipo de dívida, atraso e perfil do consumidor. Também participam o CDL Vila Velha e o Conselho Regional de Economia.

Para evitar filas, como nas outras edições, haverá distribuição de senhas. Na segunda-feira, primeiro dia de ação, as senhas serão distribuídas às 8 horas. De terça a sexta-feira, as senhas serão distribuídas no dia anterior, das 14 às 18 horas - 15% das senhas serão preferenciais. Para ser atendido, o consumidor deverá levar a carteira de identidade, CPF e comprovantes de residência e renda. Somente o titular poderá negociar a dívida, que deve ter pelo menos 60 dias de atraso.

Durante a semana do mutirão, não haverá atendimento ao público na sede do Procon Estadual, no Centro de Vitória, e no Procon Municipal de Vila Velha.

“Infelizmente, a crise econômica provocou uma situação ainda pior que a de outubro do ano passado. O número de desempregados no Brasil é assustador, e numa situação de desemprego e instabilidade financeira o consumidor busca negociar suas dívidas. Os juros do cartão de crédito estão batendo recorde. Vamos ter também economistas para orientar o consumidor e ensinar um pouco de educação financeira”, afirma Denize Izaita, diretora-presidente da Procon Estadual.

Serão 5 dias de evento e 1.070 senhas distribuídas diariamente – um total de 5.350 atendimentos. “Os planos de desconto começam em 20%, em razão do perfil do consumidor e tempo de atraso da dívida, e há parcelamento também. Mas isso é muito variável. Os consumidores que fecharem negócio, após pagamento da primeira parcela terão o nome limpo no prazo máximo de cinco dias, como manda o Código de Defesa do Consumidor”, diz Denize.

A técnica em enfermagem Elke Nascimento, 34 anos, contou que já participou de outros mutirões e pretende negociar as dívidas que ainda tem. Ela contou que está sem renda porque ficou doente, mas não consegue receber o auxílio-doença do INSS. “Tenho contas de luz, água e cartão em atraso. Consegui renegociar algumas no último mutirão e pretendo ir ao próximo”.

Novas campanhas até o fim do ano no Estado

O primeiro mutirão de renegociação de dívidas do ano marca o início de diversas ações semelhantes em todo o Estado. Tanto a Grande Vitória quanto o interior devem receber eventos desse porte.

Ainda neste ano, o Procon Estadual informou que tem a expectativa de realizar um mutirão na região Norte e outro no Sul, nos moldes dos eventos realizados na Grande Vitória. A ação, no entanto, ainda não tem data marcada.

Neste primeiro semestre, Cariacica também será sede de um evento de renegociação. De acordo com o Procon municipal, o mutirão terá empresas de telefonia, bancos e financeiras, tais como Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Banestes.

Serão 14 empresas, mas, ao invés de reunir todas elas de uma só vez, serão chamadas de três a quatro por semana, em uma previsão de duração de quatro semanas. Ainda não há uma previsão de quantas pessoas serão atendidas e em qual mês ele será realizado, mas será neste primeiro semestre.

Na Serra, o Procon municipal vai realizar uma semana de renegociação de dívidas no segundo semestre deste ano e a expectativa é atender cerca de cinco mil pessoas. Ainda não há data nem local definidos. Bancos, EDP Escelsa e Cesan, além de financeiras, estão em processo de acordo para a participação.

Em Viana, um mutirão está previsto para novembro, ainda sem data, em Marcílio de Noronha. Para fechar o ano, em dezembro, a CDL Vitória vai promover um mutirão com as lojas filiadas.

As empresas

EDP Escelsa: terá 100 senhas para atendimento por dia. Vai oferecer condições como juros reduzidos e prazo ampliado para o parcelamento dos valores devidos.

Claro/Net: vai oferecer 45 senhas por dia.

Avista: terá 200 senhas por dia. Oferece negociação personalizada caso a caso.

Dacasa: vai distribuir 250 senhas por dia. A negociação será de acordo com a necessidade do cliente.

Banestes: terá 150 senhas por dia. De acordo com cada situação, poderá ser concedido até 100% de desconto nos juros de mora e parcelamento em

até 48 meses.

Banco do Brasil: vai oferecer 75 senhas por dia. O Banco do Brasil informou que não irá negociar dívidas de financiamento imobiliário, de veículos, rurais e Fies.

Cesan: terá 50 senhas por dia. Os usuários poderão ter até 100% de desconto sobre juros e multas se parcelarem o débito e tiverem, no mínimo, 5% do total da dívida (soma do valor original das faturas, excluído juros e multa) como entrada de parcelamento ou para pagamento à vista. O parcelamento é em até

48 meses.

Bradesco: vai distribuir 50 senhas por dia. O banco vai negociar dívidas com cartão de crédito, crédito consignado, seguros e financiamento de veículos.

Caixa Econômica: terá 100 senhas por dia. Não vai negociar dívidas de cartão de crédito.

Oi/Telemar: terá 50 senhas por dia.

  • publicidade 021
Desenvolvido em Software Livre por Logomarca da Imppactmidia