terça-feira, 11 de Dezembro de 2018 | 02:12:09 | Tempo e temperatura: Iúna/ES pc Pancadas de Chuva, 17º/27º
Política
  • publicidade 023 Notícias
Romário lança pré-candidatura à Prefeitura do Rio Romário é pre-candidato a prefeito do Rio

Romário lança pré-candidatura à Prefeitura do Rio

Senador diz estar preparado para o que considera uma luta muito difícil

21/06/2016 as 15h56 (Atualizado em 08/12/2018 as 12h24). Valdir Vieira | G1

O senador Romário (PSB) confirmou na tarde desta segunda-feira (20) que pretende disputar a Prefeitura do Rio, nas eleições em outubro. Em rápido discurso num auditório no Flamengo, Zona Sul do Rio, ele disse que qualquer outro parlamentar que tivesse a expressiva votação como a sua em 2014 – mais de 4 milhões de votos – poderia se colocar como pré-candidato.

"Quando me candidatei a senador, em 2014, muito se falou de falta de experiência, e era verdade, já que eu nunca havia sido senador. Mas o quadro político atual também mostra que os mais experientes estão indo em cana, e essa experiência eu não quero nem vou ter", disse, sob aplausos.

Romário também disse estar preparado para enfrentar a disputa pela prefeitura, que segundo ele será uma "luta muito difícil".

"Muita coisa negativa virá à tona sobre minha conduta, mas posso afirmar que não tenho rabo preso com ninguém. Sei que será uma luta muito difícil, mas na minha vida nada nunca foi fácil."

Na saída do auditório, o senador falou também sobre o atual cenário político nacional e disse que o presidente em exercício Michel Temer teve um bom início à frente do país.

"Mais importante é que todos os suspeitos de envolvimento em coisas erradas foram afastados, o que é um sinal de seriedade dado à população", declarou.

Romário, que vem sendo apontado como indeciso na votação do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, disse ainda que não vai se licenciar do Senado e que votará de acordo com a vontade da maioria do povo brasileiro. "Nunca fiquei em cima do muro e não será desta vez".

Vice-presidente municipal do PSB, Marcos Braz disse mais cedo que Romário está colocando seu nome à disposição do partido seguindo uma orientação do comando nacional, que decidiu pela candidatura própria em todos os municípios com mais de 200 mil eleitores.

Segundo Braz, o próprio Romário vai conduzir as conversas sobre possíveis alianças, mas ele ressalta que o senador mais votado da história do Rio já tem um capital político que o coloca como forte postulante à prefeitura.

"Dos 4,6 milhões de votos que ele recebeu para o Senado, quase dois milhões vieram da capital. É atrás desses votos que ele irá na campanha", explicou.

Também nesta segunda, Jandira Feghali lançou sua pré-candidatura à prefeitura

 

  • publicidade 021
Desenvolvido em Software Livre por Logomarca da Imppactmidia