terça-feira, 16 de Janeiro de 2018 | 06:01:34 | Tempo e temperatura: Iúna/ES pn Parcialmente Nublado, 21º/31º
Cidades
  • publicidade 024 Farmácia Santa Maria 330x370
UFES: projeto propõe Polo de Fruticultura na Região do Caparaó Nilcéia Tavares, UFES; Robinho, secretário de Agricultura, professor Dirceu Pratissoli e o prefeito, Coronel Weliton

UFES: projeto propõe Polo de Fruticultura na Região do Caparaó

Prefeito de Iúna recebe representantes da UFES e quer fazer do município uma referência para a implantação

09/03/2017 as 18h13 (Atualizado em 16/01/2018 as 12h45). Valdir Vieira | Redação

O Centro de Ciências Agrárias e Engenharias da Universidade Federal do Espírito Santo está implementando o Polo de Fruticultura do Caparaó em parceria com os municípios da região do Caparaó, visando contribuir para o desenvolvimento agrícola na área de fruticultura, uma vez que a atividade agrícola da região está concentrada na agricultura familiar e também por ser uma região com poucas diversidades agrícolas (principais - café e pecuária). Pretende-se com esse polo contribuir para diversificação de culturas, aumento de renda e a geração de empregos, tanto no campo, pelas atividades de plantio e colheita, quanto nas cidades, pela comercialização e industrialização.

Apresentação do Projeto em Iúna

Representantes da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), polo de Alegre, estiveram com o prefeito de Iúna, Coronel Weliton na última terça-feira (7). O objetivo foi a apresentação do projeto para o gestor municipal. Também estiveram presentes, Nilcéia Tavares, UFES e Robson Fardim Tristão, secretário de Agricultura de Iúna.

Segundo o projeto, a região do Caparaó, devido seu clima, tem capacidade de produzir com maiores índices de produtividade que a média estadual e a atividade agrícola está concentrada na agricultura familiar, podendo agregar valores e gerar empregos.

De acordo com professor e diretor do CCAE (Centro de Ciências Agrárias e Engenharias), Dirceu Pratissoli, a intenção do projeto é desenvolver a produção e comercialização dos produtos produzidos e criar um selo que identifique e certifique a qualidade destes produtos. “isso vai gerar para os produtores uma boa fonte de renda”, destacou ele.

Segundo Dirceu Pratissoli, o próximo passo é a realização de um Fórum na cidade de Alegre (ES), com a participação dos gestores, governo do Estado e UFES.

Veja a entrevista

O prefeito de Iúna, Coronel Weliton acredita que o projeto pode alavancar a produção de fruticulturas na região e está disposto a firmar parceria visando beneficiar os produtores iunenses.

“Nós colocamos o município de Iúna como referência para a implantação do projeto, pois acreditamos ser um caminho importante para a geração de emprego e renda”, destacou o prefeito.

Veja a entrevista

  • publicidade 021
Desenvolvido em Software Livre por Logomarca da Imppactmidia