sábado, 21 de Abril de 2018 | 08:04:35 | Tempo e temperatura: Iúna/ES vn Variação de Nebulosidade, 17º/26º
Saúde
  • publicidade 024 Farmacia Santa Maria 330x370
Primeiro caso de gripe H3N2 é confirmado no ES, diz secretaria Cada faixa etária deve receber vacinas específicas (Foto: Divulgação SESA)

Primeiro caso de gripe H3N2 é confirmado no ES, diz secretaria

Também houve dois registros de Influenza B, todos causados pela Síndrome Respiratória Aguda Grave. Não houve morte por causa da doença

05/04/2017 as 09h02 (Atualizado em 19/04/2018 as 10h13). Redação | G1

O Espírito Santo registrou o primeiro caso de gripe H3N2 este ano. Também houve dois registros de Influenza B, todos causados pela Síndrome Respiratória Aguda Grave. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Dados como nome, idade ou município dos pacientes não foram divulgados. Em todos os casos as pessoas evoluíram bem ao tratamento e não há registro de morte.

A campanha de vacinação contra a gripe vai começar no dia 17 deste mês e segue até 26 de maio. De acordo com o Ministério da Saúde, o público alvo da campanha são pessoas com mais de 60 anos, profissionais da saúde, crianças entre seis meses e menores de cinco anos, gestantes, mulheres que tiveram filho há menos de 45 dias, indígenas, doentes crônicos, adolescentes que cumprem medida socioeducativas, presos, funcionários do sistema prisional e professores.

Quem não se enquadra no público alvo da campanha pode comprar a vacina nas clínicas particulares. De acordo com a médica infectologista Rúbia Miossi, o ideal, é que toda a população se proteja contra a gripe, já que a forma grave da doença pode levar à morte.

“Se não faz parte de nenhum desses grupos que recebem a vacina gratuitamente, o ideal é que as pessoas que tenham condições financeiras procurem as clínicas particulares para se vacinar”, disse à Rádio CBN.

Vacinas

Nas clínicas particulares da Grande Vitória a vacina trivalente, que combate três tipos de vírus custa R$ 90 e a tetravalente, que protege contra quatro tipos de vírus, custa R$ 130. Em algumas unidades a vacina tetravalente está em falta.

  • publicidade 021
Desenvolvido em Software Livre por Logomarca da Imppactmidia