quarta-feira, 20 de Junho de 2018 | 02:06:54 | Tempo e temperatura: Iúna/ES pn Parcialmente Nublado, 12º/26º
Saúde
  • publicidade 024 Farmacia Santa Maria 330x370
Campanha de vacinação contra gripe termina na sexta (26) A vacina contra a gripe está disponível nos postos de vacinação desde o dia 17 de abril

Campanha de vacinação contra gripe termina na sexta (26)

A meta, neste ano, é vacinar 90% público do público alvo

22/05/2017 as 14h06 (Atualizado em 19/06/2018 as 23h10). Redação | SESA

Faltando uma semana para o encerramento da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe, 582.912 pessoas do Espírito Santo procuraram os postos de vacinação, até a manhã desta sexta-feira (19), e foram imunizadas. O número representa 60,18% do público-alvo, que é de 968.615 pessoas.

A meta, neste ano, é vacinar 90% desse público até a próxima sexta-feira, dia 26 de maio, quando termina a campanha.

De acordo com as informações repassadas pelos municípios, a adesão do público-alvo está em 47,06% entre as crianças; 50,46% trabalhadores de saúde; 46,76% gestantes; 62,97% puérperas; 62,16% indígenas; 71,46% idosos; e 52,80% entre os professores.

A coordenadora do Programa Estadual de Imunizações, Danielle Grillo, destacou que a procura ainda está baixa, e considera de fundamental importância que as pessoas se vacinem neste momento para estarem protegidas no inverno, quando o vírus da Influenza começa a circular com maior intensidade. A vacina demora cerca de 15 dias para fazer efeito após aplicada.

“Já estamos praticamente no final de maio e é a partir de agora percebemos uma maior circulação do vírus e aumento de casos da doença. É importante que as pessoas sejam vacinadas para não ficarem doentes e terem o risco de complicações. Vale lembrar que a vacina também ajuda na prevenção da pneumonia, que é uma complicação da doença. Estamos considerando a procura pequena, principalmente entre o público infantil, que é muito vulnerável. As crianças têm grandes chances de complicação de um quadro de gripe, podendo ser internada e vir a óbito. Faço um apelo aos pais que procurem as unidades de saúde e vacinem seus filhos”, disse.

Em relação às gestantes, Danielle também considerou a procura pequena, e ressaltou que a mulher grávida pode ser vacinada em qualquer período gestacional.

A vacina contra a gripe está disponível nos postos de vacinação desde o dia 17 de abril para crianças de seis meses a menores de 5 anos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde; povos indígenas; gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto); população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais, além dos professores que são a novidade deste ano.

Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis, devem apresentar prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do SUS deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para receber a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Dados

- Até às 10 horas desta sexta-feira (19), 582.912 haviam sido vacinadas no Espírito Santo.

- O número representa 60,18% do público-alvo, que é de 968.615 pessoas.

- A adesão do público-alvo está em 47,06% entre as crianças; 50,46% trabalhadores de saúde; 46,76% gestantes; 62,97% puérperas; 62,16% indígenas; 71,46% idosos; e 52,80% entre os professores.

- O Estado já recebeu do Ministério da Saúde 100% do quantitativo total de vacinas contra a gripe previstos, um total de 1.065.500 doses.

Público-alvo

- Neste ano, as populações alvo são crianças de 06 meses até menores 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias); trabalhadores de saúde; pessoas com doenças crônicas, como diabetes tipos I e II em uso de medicamento e hipertensão sistêmica com presença de outras doenças; indígenas; pessoas com 60 anos de idade ou mais; professores; população privada de liberdade; adolescentes e jovens sob medida socioeducativa; funcionários do sistema prisional; gestantes; e puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto).

- Os professores passaram a integrar o grupo prioritário de vacinação contra influenza este ano. Estão sendo vacinados aqueles que atuam em sala de aula nas escolas públicas e particulares dos ensinos infantil (incluindo os berçaristas), fundamental, médio e superior. Não estão incluídos no grupo os aposentados ou licenciados, nem outros profissionais da comunidade escolar.

 

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado da Saúde

  • publicidade 021
Desenvolvido em Software Livre por Logomarca da Imppactmidia