terça-feira, 11 de Dezembro de 2018 | 02:12:08 | Tempo e temperatura: Iúna/ES pc Pancadas de Chuva, 17º/27º
Saúde
  • publicidade 024 Farmacia Santa Maria 330x370
Dia D de vacinação contra a gripe neste sábado Vacinação contra a gripe

Dia D de vacinação contra a gripe neste sábado

A meta da Sesa é vacinar, pelo menos, 90% do público-alvo no período da campanha, que termina no dia 26 de maio

10/05/2017 as 14h15 (Atualizado em 10/12/2018 as 07h00). Redação | SESA

Os postos de saúde de todo o Estado estarão abertos neste sábado (13) para o "Dia D” de vacinação contra a gripe. A campanha nacional começou no dia 17 de abril e a expectativa da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) é que a imunização atinja, até sábado, 80% do público-alvo (968.615 pessoas) no Espírito Santo.

Pela manhã, às 8h30, o secretário de Estado da Saúde, Ricardo de Oliveira, vai participar da abertura do “Dia D” na Unidade de Saúde (US) de Vila Nova, em Vila Velha. A unidade fica na rua A, s/n, em frente à praça do bairro.

A meta da Sesa é vacinar, pelo menos, 90% do público-alvo no período da campanha, que termina no dia 26 de maio. Até as 15 horas desta terça-feira (09), 314.004 pessoas haviam sido vacinadas contra a gripe no Espírito Santo.

A coordenadora do Programa Estadual de Imunizações, Danielle Grillo, destacou que a vacina não pode ser vista como uma medida curativa, mas sim preventiva, que visa evitar a forma mais grave da gripe e também complicações que podem surgir por causa da doença. Ela ressaltou, no entanto, que o número de pessoas vacinadas no Estado até o momento ainda é baixo, visto que o período da campanha já passou da metade.

“O objetivo do “Dia D” é dar oportunidade para as pessoas que não conseguem se deslocar até uma unidade de saúde durante a semana. É importante que as pessoas se vacinem entre abril e maio para quando chegar o inverno, que é a época com mais casos da doença, elas já estejam protegidas. É importante destacar que a gripe pode ter complicações e levar a óbito, e a vacina é um meio de prevenção e não de cura. Nossa preocupação é que já estamos para mais da metade da campanha e pouco mais de 50% do público-alvo já deveria ter sido vacinado”, disse.

A vacina previne contra a Influenza H1N1, a Influenza H3N2, e a Influenza B. Qualquer pessoa que faz parte do grupo prioritário definido pelo Ministério da Saúde pode ser vacinada, exceto aquelas que têm alguma alergia grave a ovo ou a algum componente da vacina.

Apesar de muitas pessoas temerem tomar a vacina dizendo que logo após a imunização ficam gripadas, a coordenadora destacou que não há relação, pois a vacina passa a fazer efeito após 15 dias da aplicação.

“Dizer que a pessoa tomou a vacina e ficou gripada em seguida é mito. O que pode acontecer é a pessoa ter um quadro de resfriado, que é causado por outro tipo de vírus, ou a pessoa já estar contaminada pelo vírus quando foi vacinada e simplesmente haver uma coincidência, com o vírus se manifestando logo após a imunização. A vacina contra a gripe demora 15 dias para começar a proteger”, disse.

Público-alvo

Neste ano, o público-alvo para a vacinação são crianças de 06 meses até menores 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias); trabalhadores de saúde; pessoas com doenças crônicas, como diabetes tipos I e II em uso de medicamento e hipertensão sistêmica com presença de outras doenças; indígenas; pessoas com 60 anos de idade ou mais; professores; população privada de liberdade; adolescentes e jovens sob medida socioeducativa; funcionários do sistema prisional; gestantes; e puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto).

Os professores passaram a integrar o grupo prioritário de vacinação contra influenza este ano. Estão sendo vacinados aqueles que atuam em sala de aula nas escolas públicas e particulares dos ensinos infantil (incluindo os berçaristas), fundamental, médio e superior. Não estão incluídos no grupo os aposentados ou licenciados, nem outros profissionais da comunidade escolar.

Crianças, trabalhadores de saúde, gestantes, puérperas, indígenas, idosos e professores compõem uma população de 722.718 pessoas a serem vacinadas contra gripe, e, até o momento, 268.355 pessoas dessa população alvo foram imunizadas. Dentro da população com doenças crônicas, até o momento foram vacinadas 45.649 pessoas do total de 143.237 a serem imunizadas.

Doses

Do total de 1.065.500 doses da vacina contra influenza que serão enviadas pelo Ministério da Saúde, o Espírito Santo já recebeu 1.008.000, o que representa 95% do quantitativo total. O restante das doses (57.500) deve chegar ao Estado no dia 19 de maio.

 

Assessoria de Comunicação (Asscom)

 

Secretaria de Estado da Saúde (Sesa)

 

  • publicidade 021
Desenvolvido em Software Livre por Logomarca da Imppactmidia