terça-feira, 23 de Outubro de 2018 | 07:10:52 | Tempo e temperatura: Iúna/ES ppt Possibilidade de Pancadas de Chuva à Tarde, 16º/31º
Cidades
  • publicidade 024 Farmácia Santa Maria 330x370
Vereador pede fechamento de jornal online em Guarapari; Justiça nega Vereador de Guarapari, Wendel Lima (PSD)

Vereador pede fechamento de jornal online em Guarapari; Justiça nega

A juíza, ainda em sua decisão proferida reafirmou que “a atividade jornalística deve ser livre para informar a sociedade

18/10/2017 as 10h25 (Atualizado em 16/10/2018 as 11h58). Redação | Sistema Brasileiro de Notícias (SBN)

O Sindicato dos Jornalistas no Estado do Espírito Sato (Sindijornalistas-ES) e a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) publicaram na tarde de segunda-feira (16/10/2017) nota de repúdio à atitude do presidente da Câmara de Guarapari, vereador Wendel Lima (PSD), de pedir na Justiça o fechamento do Jornal on-line, com consequente retirada do ar, do Portal Realidade Capixaba e da página do informativo no Facebook.

A medida foi adotada pelo fato de o vereador  “não aceitar críticas ao seu desempenho como agente público eleito pela comunidade do município, pelo órgão de imprensa que nada mais está fazendo do que cumprindo seu papel de fiscalizar os Poderes Constituídos na defesa do interesse público”.

Conforme o Sindijornalistas-ES, em resposta ao processo impetrado pelo vereador, “o Poder Judiciário, na figura da juíza Angela Cristina C. de Oliveira, negou o pedido do parlamentar municipal por entender que não houve inveracidades nas matérias veiculadas, somente fatos de relevância social que são de interesse público local, nem informações de caráter ofensivo e difamatório à figura pública do vereador”.

A juíza, ainda em sua decisão proferida reafirmou que “a atividade jornalística deve ser livre para informar a sociedade acerca de fatos cotidianos de interesse público, em observância do princípio constitucional do Estado Democrático de Direito”.

A nota do Sindijornalistas-ES, destaca que, “mesmo assim, o vereador recorreu da decisão da juíza na tentativa de garantir a censura prévia, cerceando a liberdade de escrever dos jornalistas do Portal Realidade Capixaba”.

Veja abaixo, a nota do Sindicato dos Jornalistas.

Nota de Repúdio

Postado em 16 out às 15:34h

O Sindicato dos Jornalistas no Estado do Espírito Santo (Sindijornalistas) e a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) repudiam a atitude do presidente da Câmara de Guarapari, vereador Wendel Lima (PSD), de pedir na Justiça o fechamento do Jornal on-line, com consequente retirada do ar, do Portal Realidade Capixaba e da página do informativo no Facebook, por não aceitar críticas ao seu desempenho como agente público eleito pela comunidade do município, pelo órgão de imprensa que nada mais está fazendo do que cumprindo seu papel de fiscalizar os Poderes Constituídos na defesa do interesse público.

Em resposta ao processo impetrado pelo vereador, o Poder Judiciário, na figura da juíza Angela Cristina C. de Oliveira, negou o pedido do parlamentar municipal por entender que não houve inveracidades nas matérias veiculadas, somente fatos de relevância social que são de interesse público local, nem informações de caráter ofensivo e difamatório à figura pública do vereador . A juíza, ainda em sua decisão proferida reafirmou que “a atividade jornalística deve ser livre para informar a sociedade acerca de fatos cotidianos de interesse público, em observância do princípio constitucional do Estado Democrático de Direito.”

Mesmo assim, o vereador recorreu da decisão da juíza na tentativa de garantir a censura prévia, cerceando a liberdade de escrever dos jornalistas do Portal Realidade Capixaba.

Sindicato dos Jornalistas no Estado do Espírito Santo

Federação Nacional dos Jornalistas

  • publicidade 021
Desenvolvido em Software Livre por Logomarca da Imppactmidia