quinta-feira, 19 de Abril de 2018 | 10:04:48 | Tempo e temperatura: Iúna/ES ps Predomínio de Sol, 15º/27º
Cidades
  • publicidade 024 Farmácia Santa Maria 330x370
Distrito de Iúna vai receber antena de telefonia móvel Weliton Virgílio, César Colnago, Octaciano Neto e Marcelo Santos - Foto: Fred LoureiroSecom-ES

Distrito de Iúna vai receber antena de telefonia móvel

A assinatura do ato de inclusão da localidade do edital de contratação das torres foi realizada na manhã desta sexta-feira (03)

03/11/2017 as 15h17 (Atualizado em 18/04/2018 as 20h42). Redação | Governo do ES

O distrito de Nossa Senhora das Graças, em Iúna, receberá uma antena de telefonia móvel rural por meio do Programa Campo Digital, da Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag). A assinatura do ato de inclusão da localidade do edital de contratação das torres foi realizada na manhã desta sexta-feira (03) no próprio distrito.

Participaram da solenidade o governador em exercício, César Colnago; o secretário de Estado da Agricultura, Octaciano Neto; o prefeito de Iúna, Wellington Virgílio; além de lideranças políticas e também locais.

O governador em exercício, César Colnago, falou da necessidade de investir em tecnologia no campo. "Trazer a telefonia móvel para a zona rural significa trazer uma ‘estrada de desenvolvimento’. Nossos produtores terão acesso a informações importantes para a atividade agrícola, os estudantes terão mais facilidade para realizar pesquisas, até o turismo se desenvolve mais. Onde tiver comunidade no interior tem que ter qualidade de vida", destacou Colnago.

O secretário de Estado da Agricultura, Octaciano Neto, pontuou que o investimento para a realização do Programa Campo Digital só é possível devido ao equilíbrio das contas do Estado. "O distrito de Nossa Senhora das Graças é uma localidade importante do município de Iúna. Priorizamos os locais onde mais pessoas são beneficiadas. O celular é importante na vida das pessoas. Ele serve para pedir ajuda em casos de emergência, como problemas de saúde, para o produtor rural conseguir saber qual a cotação do café, fazer negócios. A previsão é de que todas as 100 torres comecem a ser instaladas em janeiro", disse Octaciano.

O motorista José Francisco Filho, de 51 anos, que mora no distrito de Nossa Senhora das Graças, afirmou que é complicado fazer ligação pelo celular na localidade. "Na maior parte dos dias o sinal não existe. Para conseguir falar ao telefone é difícil. Temos que procurar os morros da região para conseguir falar. Com a torre vai melhorar muito para a gente aqui", comemorou.

O aposentado José Silva Sales, de 77 anos, que mora na região desde os seis anos, também falou da dificuldade que enfrenta para fazer uma ligação. "A torre vai melhorar muito o sinal. Desde que moro aqui é difícil usar o telefone. Tenho que sair de casa para conseguir e, quando não é possível, uso o ‘orelhão’. Agora vai ser bom", disse.

O Programa Campo Digital prevê a instalação de 100 antenas de telefonia móvel em áreas rurais do Espírito Santo. O edital para o chamamento público das empresas com as localidades que receberão as torres foi publicado na última semana. As propostas serão apresentadas no próximo dia 30. A previsão é de que as antenas comecem a ser instaladas no início do próximo ano.

O investimento total será de R$ 30 milhões e o pagamento às empresas vencedoras será feito por meio de Concessão de Crédito Outorgado de Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Após a ordem de serviço as empresas terão prazo de oito meses para fazer a instalação das antenas. Também foi criada uma comissão para acompanhar todo o processo de contratação.

Além das antenas que serão instaladas pelo Governo do Estado, por meio do Programa Campo Digital, a operadora Telefonica/Vivo anunciou que via disponibilizar outras 15 antenas. Os municípios contemplados com estas torres são: Jaguaré, Colatina, Itapemirim, Governador Lindenberg, Santa Teresa, Afonso Cláudio, Baixo Guandu, Ecoporanga, São José do Calçado e Linhares, este último com duas unidades.  A instalação das novas antenas tem como objetivo ampliar o sinal de telefonia e viabilizar o uso de internet móvel em localidades rurais.

Assessoria de Comunicação da Seag

Assessoria de Comunicação da Vice-governadoria

Karyna Amorim

Veja entrevistas feitas pelo Cidade Agora:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • publicidade 021
Desenvolvido em Software Livre por Logomarca da Imppactmidia